Pular para o conteúdo

Separamos para você um artigo sensacional sobre comida Mexicana, se prepare ai por que vai dar água na boca.

Comida Mexicana

Então vamos de comida mexicana, um pegada internacional no blog Comi por Aí, anote bem direitinho e faça para sua família comer.

Tilápia à Mexicana

  • 1 kg de tilápia em filés
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 2 unidades de pimenta verde em fatias finas
  • 1/2 xícara (chá) de sementes de abóbora torrada(s) 1/2 unidade de cebola picada(s)
  • 1/2 xícara (chá) de coentro
  • 1/4 colher (chá) de orégano
  • 4 colher (chá) de sal
  • 1/4 colher (chá) de pimenta-do-reino branca
  • 1 unidade de abacate em cubos médios
  • 6 unidades de tortilha(s) de milho(s)

Veja como prepara:

  • Polvilhe uma pitada de sal e pimenta no filé de tilápia.
  • Adicione 2 colheres (sopa) de azeite em uma frigideira antiaderente e refogue.
  • Frite o filé de tilápia em fogo médio por cerca de 1 minuto de cada lado.
  • Retire-o do fogo e reserve em um prato
    Refogue levemente a pimenta verde por cerca de 2 minutos e combine com o filé de tilápia.
  • Misture as sementes de abóbora, cebola picada, coentro, orégano, sal e pimenta no liquidificador e bata até ficar homogêneo.
  • Transfira este molho para uma panela pequena e cozinhe o molho por 10 minutos em fogo médio-baixo, mexendo ocasionalmente.

Para servir, coloque um punhado de peixe, pimenta, abacate e alface em uma tortilha e dobre em um taco.

Nachos Mexicanos

  • 1 kg de carne moída
  • 5 colheres (sopa) de óleo de soja
  • 1 unidade de cebola grande rala
  • 5 dentes de alho amassados
  • 2 pacotes de nachos prontos grandes (Doritos)
  • 500 gr de cheddar (aquele de bisnaga)
  • 1 colher (chá) de pimenta-do-reino branca
  • pimenta chili a gosto
  • 3 colheres (sopa) de molho inglês
  • sal e outros temperos de sua preferência a gosto
  • ervas finas a gosto

Para o Sour Cream

  • 1 caixinha de creme de leite (o de caixinha é menos consistente, por isso é melhor)
  • 1 pote de cream cheese
  • 2 colheres (sopa) de vinagre branco
  • suco de limão a gosto

Para o preparo do sour cream, bata no liquidificar o creme de leite, o cream cheese, o vinagre e o limão.

Reserve

Coloque numa panela o óleo a cebola e o alho e doure, em seguida acrescente a carne moída e frite bem.

Então coloque os temperos do seu gosto, o sal, o molho inglês e a pimenta chilli.

Depois de preparada a carne, forre uma travessa com o doritos, coloque a carne por cima, depois o sour cream e por último o queijo cheddar.

Coloque no forno por cerca de 15 minutos numa temperatura de cerca de 180º graus.
Modo de preparo:
Está pronto, é uma comida apimentada e deliciosa, não esqueça, o segredo da receita é a pimenta chilli, que é uma iguaria mexicana. Faça a alegria da sua família.

O estado do Ceará tem um culinária sensacional,  tudo que se faz por la é um sucesso só. O blog Comi Por Aí separou umas receitas top pra você se deliciar e se alegrar com as comidas do  ceará.

Comidas do Ceará

Sarapatel:
Vamos aprender como se faz o delicioso sarapatel, a galera do boteco se amarra nessa receita.

Ingredientes:

  • Uma fissura de porco (fígado, bofe e coração),
  • Sangue de porco,
  • Duas xícaras de chá de água,
  • Limão a gosto
  • Duas cebolas roxas grandes picadas
  • Cinco dentes de alho picados
  • Duas colheres de chá de pimenta-do-reino
  • Quatro colheres de sopa de hortelã picada
  • Quatro colheres de sopa de salsinha picada
  • 1/4 de xícara de chá de vinagre,
  • Quatro pimentas de cheiro e quatro colheres de sopa de banha de porco.

Obs: Siga exatamente como a receita ensina.

O sarapatel é feito com as vísceras do porco (rins, fígado, coração, sangue e bucho). O sangue de porco pode ser encontrado cozido, sólido ou líquido. Caso esteja na forma líquida, deve-se cozinhar em água fervente até que fique firme e cortar em cubinhos. Feito isso, reserve.

Leve os miúdos de porco ao fogo com água, suco de limão e limões cortados ao meio. Quando ferver, é preciso trocar a água e esperar ferver de novo. No término, pique os miúdos, acrescente os temperos e deixe de molho de um dia para o outro.

No dia seguinte, frite os temperos e os miúdos, acrescente água e cozinhe mais duas a três horas até que os miúdos fiquem bem macios. Depois, é só colocar o sangue cortadinho e deixar engrossar. Pronto! Um saboroso sarrabulho estará à sua mesa.

Galinha à cabidela
Cozida no próprio sangue da galinha, a galinha à cabidela leva os seguintes ingredientes:

  • Uma galinha caipira
  • Sangue da ave recém abatida
  • Uma colher de vinagre
  • Suco de um limão, alho
  • Cebola, cheiro verde
  • Manjerona
  • Sal e pimenta-do-reino

Modo de preparo;

Coloque o sangue da ave e uma colher de vinagre em um prato fundo. É preciso bater com o garfo para que o sangue incorpore o vinagre e não coagule. Após isso, guarde o que foi batido, pois a galinha é preparada separadamente.

Corte a galinha em pedaços, tempere-a com suco de limão, sal, alho, cebola, pimenta-do-reino, cheiro verde e manjerona, deixe-a bem cozida e mexa bastante para que fique bem temperada.

Quando a galinha estiver bem cozida e pronta para receber o sangue, mexa sem parar, deixando ferver por 20 minutos ou mais

Olha ai mais duas recitas saborosas par que você possa saboreá

Estamos sempre inovando quando o assunto é comida, e nessas horas o blog Comi Por Aí, separa dica quentinhas que irão te deixar com água na boca.

Comidas típicas do Norte de Minas

A culinária de Minas Gerais talvez seja a que concentra a maior diversidade de pratos no Brasil, pois em cada região do estado há uma comida típica diferente, com ingredientes encontrados com fartura no meio rural. Quase todos os pratos da cozinha mineira contam com legumes e frutos.

Vaca atolada

Vamos te ensinar como preparar essa receita deliciosa de dar água na boca, receita mineira que faz sucesso em qualquer região do nosso País.

Os ingredientes são:

  • 1 Quilo de costela bovina
  • 500 g de mandioca cosida sem fio do centro
  • Alho, cebola e sal a gosto
  • Cheiro verde

Modo e preparo:

  1. Em uma panela de pressão frite as costelas em óleo até estarem douradas de todos os lados.
  2. Coloque o alho amassado e frite um pouco, em seguida frite a cebola, em fatias ou picada, como preferir.
  3. Acrescente bastante água, salgando a seu gosto
  4. Cozinhe as costelas até que os ossos se soltem da carne, aproximadamente 40 minutos depois que pegou pressão.
  5. Retire as costelas, separando e descartando os ossos.
  6. Passe o caldo para uma panela grande.
  7. Acrescente a mandioca cozida e espremida, sem aquele fio que fica no meio.
  8. Coloque a carne e deixe cozinhar em fogo baixo por 15 minutos.
  9. Se ficar muito grosso, coloque mais água.
  10. Não pode ficar com o caldo nem ralo nem espesso demais.
  11. Salpique com o cheiro verde no momento de servir.

Vai ficar tudo gostoso em sua casa na hora em que você resolver fazer uma receita mineira.

Pamonha doce

  • 12 espigas de milho
  • 1 copo de água
  • Duas xícaras de açúcar
  • uma xícara de coco ralado fino
  • Uma pitada de sal
  • Palhas para embalagens

Modo de preparo: 

Rale as espigas ou corte-as rente ao sabugo e passe no liquidificador, juntamente com a água.

Acrescente o coco, o açúcar e mexa bem. Coloque a massa na palha de milho e amarre bem. Em uma panela grande ferva bem a água, e vá colocando as pamonhas uma a uma após a fervura completa da água.

Importante : a água deve estar realmente fervendo para receber as pamonhas, caso contrário elas vão se desfazer. Cozinhe por mais ou menos 40 minutos, retirando as pamonhas com o auxílio de uma escumadeira.

Deixe esfriar em local bem fresco. Sirva com café e queijo ralado

Mais um bela receita para que você faça sucesso no meio da sua família.

Comidas típicas do Amazonas, é o tema que o blog Comi Por Aí separou pra você neste artigo. Amazonas lembra muita mata, natureza, animais selvagens, pássaros e muitos rios que cortam as matas.

As comidas típicas da região são bem variadas e muitas foram e ainda são levadas por fazendeiros que migram de outros estados do Brasil e também pela influência da tribos indígena

Variedades de frutas nativas do Amazonas

O estado do Amazonas é rico em uma culinária diversificada e cheias de surpresas. Porém o que mais se destaca é a sua variedade de frutas nativas o que deixa muita   gente feliz.

veja a abaixo a lista com o nome de frutas da região Amazônica

Açaí, Graviola, Cupuaçu, Pupunha, Pitomba, Melancia, Tucumã, Taperebá, Biribá, Abio, Buriti, Patuá, pitomba, melancia, tucumã, taperebá,  pupunha, araçá-boi, biribá, abio, buriti, bacaba, patauá e o conhecido guaraná da Amazônia.

Peixes que fazem sucesso no Amazonas

Tambaqui, Tucunaré, Pirarucu, Jaraqui, Pacu, Matrinxã.

Agora que você começou a entender como o povo do Amazonas passa bem, vamos deixar uma receitas deliciosa que fará sucesso na sua casa.

Pato no Tucupi

  • 1 pato grande
  • 3 cebolas pequenas, cortadas em rodelas
  • 4 dentes de alho
  • 100 gramas de bacon em fatias
  • 5 tomates maduros (opcional)
  • 1/3 de xícara (chá) de vinagre
  • 1 folha de louro picado
  • 1/2 colher (café) de cominho e pimenta do reino
  • 1 xícara (chá) de óleo
  • 1 maço de jambu (ou agrião)
  • 1 litro de Tucupi
  • 12 colheres (sopa) de farinha de mandioca torrada Sal a gosto

Preparo:

  • Limpe muito bem o pato. A seguir, fure-o ligeiramente com um garfo e tempere com alho socado, sal, louro, pimenta do reino, cominho e vinagre. Deixe tomar gosto de um dia para o outro.
  • Após este tempo, cubra o pato com fatias de bacon, coloque-o numa assadeira, arrume por cima as fatias de cebola e tomate. Regue com óleo e leve ao forno moderado, deixando assar até que o pato fique corado e macio. Retire, corte-o em pedaços e deixe no próprio molho.
  • Limpe o jambu, lave e pique (conserve os talos para dar mais gosto), ferva o tucupi com 2 dentes de alho previamente socados, por mais ou menos 15 minutos. Se usar agrião, não se deve ferver.
  • Adicione os pedaços do pato no molho e deixe ferver por 20 minutos.
  • Na hora de servir, coloque em cada prato 2 colheres de sopa de farinha de mandioca, arrume por cima 1 ou 2 pedaços de pato e despeje bastante molho (bem quente). O molho misturado com a farinha formará uma espécie de pirão.

Para fazer o molho do Tucupi

  1. Rale a mandioca, esprema o caldo e coloque para cozinhar com bastante alho. Depois de frio engarrafe.
  2. Uma boa opção para usar o tucupi é o famoso Tacacá:
  3. Ferva um litro de tucupi com um galho de jambu e três pimentas malaguetas. Faça uma massa bem espessa com meio quilo de polvilho e água. Misture meio quilo de camarões secos e sirva com molho de tucupi por cima, quente.

Olha ai que delicia a comida Amazonense, só preparar em casa e se deliciar com tudo isso.

O blog Chiqueiro Chique preparou para você um artigo interessante sobre o Cacau. Vamos contar a história dessa especiaria que tem feito sucesso em receitas maravilhosas pelo mundo inteiro, ganhando destaque o chocolate e seus derivados. 

Considerado como árvore sagrada, o Cacau surge como dádiva dos deuses na Meso-América quando tribos nômades se transformavam em sociedades agrárias e introduziam o cultivo perene da agricultura, quando neste período juntaram-se  deuses agrários a deusa do Cacau.

Os deuses exigiam cerimônias especiais, orações e sacrifícios ao longo do ano e em ocasiões especiais. Assim, a fruta esteve presente em diversos rituais que marcaram fases da vida. O cacaueiro, além de símbolo de vida e fertilidade, tinha seus frutos como um bem cobiçado entre os povos Pré-colombianos.

A origem do Cacau

Planta nativa das florestas tropicais da América, o Cacau era encontrado em estado Silvestre do Peru até o México. O fruto é originário da cabaceira da bacia amazônica de onde se dispersou em duas direções: Ao Nordeste, cruzando os Andes e penetrando pela América Central até o Sul do México, dando origem ao tipo de frutos e sementes grandes, com o interior branco ou violeta pálido; para o Leste, ao longo do Rio Amazonas, dando origem ao denominado  “Amendolado”, Considerado o verdadeiro Cacau brasileiro, com superfície lisa e suas sementes violeta escuro podendo chegar a quase preto.

Dica de Receita:

Agora vamos preparar uma receita deliciosa de chocolate de Cacau, especialmente para você. Confira:

Pavê de chocolate branco com champanhe e frutas vermelhas

Confira como fazer essa receita deliciosa:

Ingredientes para o creme de chocolate branco

  • Creme de chocolate branco com champanhe.
  • 900g de chocolate branco picado.
  • 2 embalagens de creme de leite (400g).
  • ½ xícara (chá) de champanhe ou espumante branco seco.

Ingredientes para a calda de frutas vermelhas

  • 250g de framboesa
  • 200g de amora
  • 100g de mirtilo (blueberry)
  • suco de 1 limão
  • ½ xícara (chá) de açúcar

Ingredientes para a montagem e decoração

  • Uma embalagem e meia de biscoito estilo Maisena (400g)
  • 250ml de creme de leite fresco
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • 100g de chocolate branco ralado ou em raspas

Modo de preparo do creme: Coloque o chocolate em um bandeja de vidro, junte o creme de leite. Agora leve ao micro-ondas, na potência média deixe-o por 4 minutos, sendo que quando chegar na metade do tempo retire e mexa, depois retorne e coloque de volta ao forno. Retire do micro-ondas e, com uma espátula, mexa bem até obter um creme liso e homogêneo. Misture o champanhe, cubra com plástico filme e leve à geladeira por 1 hora.

Modo de preparo da calda: Em uma panela coloque a framboesa, a amora, suco de limão e o açúcar. Leve ao fogo baixo e deixe ferver por 5 minutos, mexendo apenas para misturar. Aumente o fogo, acrescente os mirtilos e deixe por mais 5 minutos. Desligue o fogo e deixe esfriar.

Modo de preparo para a montagem do pavê: Em uma bandeja de vidro retangular grande, faça uma camada de biscoitos, espalhe sobre eles o creme de chocolate, em outra camada de biscoitos, regue com a calda de frutas vermelhas; espalhe outra camada de creme de chocolate, biscoitos, regue mais uma vez com a calda de frutas vermelhas e cubra com o restante do creme de chocolate.

Na tigela da batedeira coloque o creme de leite com o açúcar e bata em velocidade alta até obter ponto de chantili. Espalhe sobre o pavê, polvilhe o chocolate ralado e cubra com plástico filme. Mantenha em geladeira até o momento de servir.

Agora que te contamos um pouco sobre o Cacau, faça essa bela receita e convide seus amigos e tu vai fica bem na fita com a delícia que irá servi.

O blog Chiqueiro Chique preparou para você uma matéria especial sobre parede de vidro, algo lindo e tendencioso, confira:

Você tem conhecimento de parede de vidro? Já ouviu falar que este elemento faz parte de vários tipos de projetos arquitetônicos? Usado em várias formas de construções, residências e edifícios, a parede de vidro pode ser empregada em diversos ambientes, sala de estar, balcão de cozinha, lavanderias e até mesmo em muros.

Os projetos elaborados com parede de vidro agregam várias vantagens, uma delas é a sensação de amplitude, a praticidade na hora da limpeza e manutenção e a versatilidade do material. O segredo está na escolha do material. Separamos algumas dicas de parede de vidro para você entender como é a utilização correta desse material.

Tijolo de vidro

O tijolo de vidro é muito usado em paredes, suas características são objeto do sucesso de projetos arquitetônicos, isso devido suas peças estruturais que oferecem diversas possibilidades. Uma parede com tijolo de vidro aumenta a iluminação natural e deixa o ambiente mais agradável e leve. O tijolo de vidro pode ser utilizado de várias formas, seja parede inteira ou apenas como detalhes de decoração. A tendência desses tijolos é deixar o ambiente de forma simples e elegante. Existe no mercado vários tipos de tijolos ou blocos de vidros para comercialização. Temos tradicionais que favorecem a iluminação e os coloridos que decoram ou filtram o excesso de luz e os vazados que aumentam a ventilação.

A parede de bloco de vidro pode possibilitar várias texturas, o mercado oferece modelos já existentes com os acabamentos lisos, canelados, ondulados, entre outros. Quando você planejar construir uma parede de bloco de vidro, procure sempre por um profissional qualificado, ou uma vidraçaria que saiba como lidar com esse modelo de material. Na hora de colocar seu projeto em prática é necessário alguém capaz de fazer um acabamento perfeito.

Uma grande dúvida que o cliente tem é: Onde eu vou encontrar este material? Quem poderá fazer um frete com competência? Tudo isso tem que ser levado em consideração, para que não danifique nenhum tijolo, a quebra de um deles pode trazer prejuízos.

Estamos acostumados a lavar nossos carros ainda dentro dos parâmetros da forma tradicional, basta ter em mãos um balde com água, sabão neutro, uma esponja e uma mangueira ligada na rede de água encanada. Este processo parece ser rápido e mais apropriado; mas, isso não é bem assim! Em épocas de desequilíbrio ambiental, falta de água principalmente para pessoas que moram nas grandes cidades, este método tradicional tende a ser ultrapassado. A lavagem á seco está chegando com tudo, quebrando todos os paradigmas possíveis e se tornando tendência no segmento de lavagem automotiva. O blog Chiqueiro Chique traz para você dicas de como funciona este processo.

Lavagem à seco em automóveis

lavagem à seco
lavagem à seco

Agora vamos aprender um pouco como funciona este método. Um dos assuntos mais discutidos nos últimos tempos é a sustentabilidade, presente até nos automóveis. Com essa tendência vamos apresentar a lavagem à seco, uma técnica com baixo utilização de água. As pessoas pensam e trabalham em diferentes formas de economia e do melhor aproveitamento dos recursos naturais que temos atualmente.

A lavagem à seco é um processo de limpeza do carro que gasta pouca água, ela, mesmo tendo o nome de "à seco", para execução do trabalho depende alguns líquidos. Exemplificando: se as lavagens de carros tradicionais podem gastar até 600 litros de água, a lavagem à seco gasta, em média, cerca de dois litros, no máximo.

Este método de lavagem é bom para todos, pessoas conscientes e que têm uma visão futurista. Agora para você que tem seu carro muito sujo faça sua lavagem usando método tradicional. Para que você faça a sua lavagem à seco, alguns itens são necessários, como por exemplo: produto lubrificante voltado para a lavagem à seco. Há diversas opções no mercado de produtos automotivos, panos microfibra limpos e secos, eles não podem estar com nenhum vestígio de sujeira, pois isso pode acarretar em riscos.

Você vai precisar de cerca de 3 panos para limpeza da pintura, borrifador para espalhar o produto misturado nos locais sujos, pincel para limpeza à seco dos detalhes, como as rodas e os frisos. Caso queira limpar o carro por completo, tenha em mãos produtos para outras áreas, como os vidros, rodas, estofados, tapetes, etc.

Agora é contigo, faça uma ótima lavagem.

 

Em conversa com um leitor dos artigos do blog Chiqueiro Chique, ele me perguntou se havia vantagens em trocar a capital de Goiás (Goiânia) pela comodidade da região Amazônica.

Pensando em como ajudá-lo e também apresentar para todos os amantes da natureza, fomos atrás de dicas que farão a diferença na hora de sua decisão. Na mesma conversa o leitor também questionou como poderia levar a sua mudança para um lugar tão distante sem ter que gastar muito dinheiro. Sugerimos a maneira mais barata, Mudanças Compartilhadas - uma modalidade que está se tornando tendência e que traz comodidade para clientes que querem economizar.

Depois de pesquisar algumas cidades do estado do Amazonas indicamos para o leitor a cidade de Parintins, vamos lhe apesentar esta cidade onde você poderá passar o resto de seus dias.

Parintins

Localizada no extremo leste do estado do Amazonas, a Cidade fica à 369 km da Capital Manaus. O Município é conhecido pelo seu festival de folclore, festa que atrai pessoas de todas regiões do nosso País. Parintins é conhecida como a capital nacional do Boi-bumbá, terra aonde os grandes se encontram, vermelho do Boi Garantido e azul do Boi Caprichoso. Bem no coração da Floresta Amazônica, banhada pelo Rio Amazonas tem uma festa conhecida mundialmente como a segunda maior festa popular brasileira e uma das dez maiores do mundo.

A vegetação típica da região amazônica, é formada por floresta de várzea e terra firme, tendo ao seu redor um relevo composto por lagos, ilhotas e uma pequena serra. Cidade limpa e aconchegante, Parintins tem tudo para agradar o visitante. Para os adeptos do "turismo cultural", a dica é encontrar o melhor para morar nesta Cidade. Para você que vai morar numa cidade linda e bem no centro da Floresta Amazônica, Parintins se tornará a Cidade do futuro.

Como a ideia é te levar para Parintins, preparamos para você a melhor forma de chegar com sua mudança até esta cidade. Uma empresa especializada em Mudanças Interestaduais levará sua mudança até a cidade mais próximo do Rio que dá acesso à Parintins, lá haverá uma embarcação para chegar com seus pertences até a seu destino final.

Venha conhecer e se apaixonar por Parintins.

 

O blog Chiqueiro Chique preparou para você algumas ideias que te ajudarão na hora de construir sua casa. Sabemos que nos dias de hoje nossa maior dificuldade está em construir uma boa casa, uma moradia capaz de nos fazer feliz. Quando optamos por constituir uma família, uma das primeiras coisas que vem em nossas cabeças é: Onde vou morar? Quem serão meus vizinhos? Existem tantas dúvidas, mas hoje traremos algumas dicas que irão deixar sua vida mais fácil.

Morar em uma Capital como Goiânia é o sonho de vários brasileiros, mas existe um fator que atrapalha na hora de realizar este sonho, trata-se do alto valor de imóveis e terrenos que a Cidade oferece.

A ideia que apresentamos é: A compra de um lote compartilhado com alguém da sua confiança! Isso trará para você e seu sócio uma comodidade no tocante a valores e aquisição.

Como construir dois imóveis em um lote

Faça o projeto considerando as margens mínimas exigidas pela prefeitura, tome cuidado com o modelo de casa em L. Certifique  de que exista uma entrada independente para cada casa, defina como ficará a garagem para as duas casas, já que o uso de automóvel é fundamental nos dias de hoje. É preciso pensar em  alternativas para que os dois carros estejam bem guardados e cada um na sua devida garagem. Certifique que a entrada para o fundo não tenha que passar em baixo de janela da outra casa, isso trará incômodos para o futuro.

Considere também o espaço útil externo para cada uma das casas, como lavanderia e área para secar roupas, pois, se a área externa for muito apertada poderá ser ruim para quem morar na residência construída.

Sobrado é uma ótima alternativa

A construção de um sobrado é uma alternativa para construir duas casas em um mesmo terreno, pois neste caso aproveita o espaço vertical e não horizontal. Este tipo de projeto é muito útil quando o espaço do terreno é pequeno e trará para os moradores mais comodidade.

Uma construção como o sobrado faz com que os donos do terreno tenha maior comodidade e que tenham um espaço maior dentro da sua casa. Aproveitar o espaço vertical é uma excelente saída. Veja algumas características deste modelo:

  • Ideal para terrenos pequenos, permite criar ambientes com entradas distintas e com separação de acesso; O custo pode ser mais elevado, pois requer uma infraestrutura maior, mas não deve alterar tanto em relação à construção horizontal, porém, no final da obra você terá mais espaço e maior rendimento.

Agora é a sua vez, encontre uma pessoa de confiança e compre um lote. Quando for colocar seu projeto de moradia em prática, contrate sempre a melhor Construtora da sua cidade, isso trará para os moradores conforto, alegria e muita felicidade. Você estará morando na sua casa própria e ao lado das pessoas que ama.

Sejam bem vindos a Capital sertaneja do Brasil.

 

 

 

Procurar uma empresa de mudança capaz de atender os seus interesses e que não seja alvo de futuras reclamações da sua parte não é uma missão muito fácil. O Chiqueiro Chique preparou para você algumas Instruções capazes de te ajudar na hora da sua mudança.

As empresas são obrigadas por lei a realizarem um orçamento. Na hora de preparar o seu pedido, a companhia a ser contratada deve incluir nas opções que o cliente buscar formas diferente de atendimento: Uma visita na sua casa para avaliar o valores de seus bens, verificar o espaço que seus itens ocuparão no caminhão na hora do transporte, entre outras.

Comece a preparar os detalhes da sua mudança já no primeiro contato, isso fará com que você não tenha susto na hora que o representante da empresa for avaliar a sua mudança. Depois de alguns orçamentos na mão, vale a pena você analisar detalhadamente todas as clausulas que compõem o documento, ao final veja qual deles se identificou com as suas condições de realizar a tão sonhada mudança.

Um detalhe muito importante é abrir os olhos com orçamento muito barato, isso poderá acarretar prejuízos para sua mobília. Agora que chegou a hora de fechar o seu contrato, peça para que o contratado inclua possíveis taxas que serão acrescentadas, como: Material, despesas extras, seguros, etc. Esses valores devem ser considerados no orçamento. É natural que na hora do fechamento do contrato as empresas contratadas incluam valores destinados à essas taxas extras. O importante é que você não tenha nenhum tipo de surpresa no orçamento contratado.

Para ter mais controle dos seus bens, faça uma lista de todos os itens a serem transportados. Detalhe os móveis nessa lista, veja possíveis avarias, como: Arranhões, amassados, rasgados e peça para um representante da empresa realizar uma conferencia, e depois assine o prontuário que traz a relação de seus bens, de preferencia que esta lista tenha duas vias, uma para controle seu e outra para que a empresa tenha controle dos seus itens.

Agora organize suas coisas e se prepare para mudar de vida.